“Não gosto do meu irmão e não quero estar no mesmo ambiente que ele”

chris robinson

Em aparição no The Howard Stern Show, o vocalista Chris Robinson falou sobre a relação com seu irmão, Rich. O guitarrista e parte dos antigos membros do The Black Crowes se reuniram usando o nome The Magpie Salute. “Vou ser direto: não gosto do meu irmão, não me dou bem e não quero estar no mesmo ambiente que ele, assim como não quero fazer música com ninguém daquela banda”, declarou o cantor, que está lançando Barefoot In The Head, novo trabalho do The Brotherhood, seu grupo atual.

Cabeçote: 10 bandas importantes com menos de 10 discos lançados

No rock e no metal, quantidade nem sempre é sinônimo de bom serviço prestado. Há bandas clássicas que lançaram poucos discos, mas em um número suficiente para que fizessem história.

Com o auxílio da implacável memória do editor do site, João Renato Alves, a coluna separa 10 bandas importantes que lançaram menos de uma dezena de álbuns. Foram considerados apenas grupos que já encerraram suas atividades, para que a lista não seja “desmentida”.

Free

Apesar de ter feito história, o Free foi, de certa forma, uma banda juvenil. Os mais velhos – o baterista Simon Kirke e o vocalista Paul Rodgers – tinham 19 anos quando o grupo se formou. O mais jovem, o baixista Andy Fraser, ainda tinha 16.

Naturalmente, o grupo não durou por muito tempo. Eles existiram de 1968 a 1971, romperam e voltaram entre 1972 e 1973. Em ambos os períodos, foram registrados seis discos de estúdio.

O último foi “Heartbreaker”, de 1973. A banda acabou no mesmo ano. Dois anos depois, a morte de Paul Kossoff, vítima de uma embolia pulmonar agradava pelo uso de drogas, eliminou qualquer possibilidade de reunião.

Alice Cooper (a banda)

A banda Alice Cooper existiu até 1975, quando o vocalista, Alice Cooper, decidiu embarcar em uma gloriosa carreira solo. Enquanto grupo, foram lançados sete discos.

O último é o básico e ótimo “Muscle Of Love”, que chegou a público em 1973. Apesar do bom resultado, as sessões de gravação foram complicadas e o registro não foi bem em vendas. Em uma pausa nos trabalhos, Alice agiu e conseguiu se lançar como artista solo.

Os demais músicos se juntaram e formaram o Billion Dollar Babies, que não vingou. Um único trabalho, “Battle Axe”, foi lançado em 1977 e, obviamente, não integra a discografia da banda Alice Cooper.

The Doors

O The Doors até tentou continuar após a morte de Jim Morrison, em 1971, mas não deu certo. Capitaneado por Ray Manzarek, o grupo lançou três discos – o último, “An American Player”, é de 1978 e conta com fragmentos de vozes gravados por Morrison. Com o falecido vocalista, são seis álbuns. No total, há nove registros de inéditas no catálogo do Doors.

Led Zeppelin

O último disco concretamente lançado pelo Led Zeppelin foi “In Through The Out Door”, de 1979. O oitavo álbum da banda já refletia os problemas pelos quais os envolvidos passavam nos bastidores. Musicalmente, é mais fraco que seus antecessores, apesar de ter a genialidade do grupo presente em algumas faixas.

O baterista John Bonham morreu em 1980 e, em 1982, a coleção de faixas inéditas “Coda” foi lançada. O nono disco do grupo é considerado como parte da discografia. Desde então, o Led Zeppelin nunca mais lançou um álbum de estúdio, apesar de Robert Plant e Jimmy Page terem trabalhado juntos na década de 1990.

Nirvana

O trágico fim do Nirvana, com o suicídio de Kurt Cobain em 1994, impediu que o grupo lançasse mais discos de estúdio. Ao total, foram apenas três trabalhos. O último foi “In Utero”, de 1993.

Dire Straits

O Dire Straits fez história no rock com apenas seis discos de inéditas em seu catálogo. O último é “On Every Street”, lançado em 1991, após a reunião do grupo, que havia encerrado suas atividades em 1988.

A reunião durou até 1995 e, desde então, os envolvidos se dissociaram. O frontman Mark Knopfler se destacou com uma prolífica carreira solo – atualmente, com oito discos em seu catálogo desde 1996.

Pantera

Notável por ter contado com duas fases – a hard rock e a metal -, o Pantera acumula nove discos de estúdio se considerados ambos os períodos. Com a época “farofa” descartada, são cinco trabalhos de inéditas no total.

O último é “Reinventing The Steel”, lançado em 2000. O grupo acabou em 2003 e, em dezembro do ano seguite, Dimebag Darrell foi morto durante um show de sua outra banda, o Damageplan. Como Phil Anselmo e Vinnie Paul se odeiam e a possibilidade de contar com outro músico no lugar de Darrell tem sido frequentemente rechaçada, a chance de uma reunião sem Darrell é mínima.

Eagles

A morte de Glenn Frey deu fim ao Eagles em 2016. Contudo, dificilmente a banda lançaria um disco após “Long Road Out Of Even”, de 2007.

No total, o Eagles lançou sete discos de estúdio. Apesar de todos eles terem obtido sucesso em vendas, especialmente o platinado “Hotel California”, o álbum de maior sucesso do grupo é uma coletânea: “Their Greatest Hits (1971-1975)”, de 1976. O best of, claro, não é contabilizado na conta dos sete trabalhos mencionados.

Twisted Sister

O Twisted Sister encerrou suas atividades em 2016, após a morte do baterista A.J. Pero e de uma turnê, feita em homenagem ao músico, com Mike Portnoy no lugar dele. Contudo, o grupo já havia abdicado de gravar novidades há algum tempo.

Sete álbuns integram a discografia de estúdio do Twisted Sister. Cinco deles, lançados na década de 1980. “Still Hungry”, de 2004, e “A Twisted Christmas”, de 2006, completam a lista.

Há quem nem considere “A Twisted Christmas” como parte da discografia de estúdio, por contar com adaptações de músicas de Natal. Mas não faz diferença: com ou sem ele, o Twisted Sister não chega à dezena em seu catálogo.

The Black Crowes

Apesar de ser a banda com mais chances de se reunir no futuro, o Black Crowes acabou. Então, está na lista.

O grupo encerrou suas atividades em 2015, após desentendimentos entre os irmãos Chris e Rich Robinson. Durante os anos de existência da banda, foram lançados oito discos de estúdio. O último foi o bom “Before the Frost… Until the Freeze”, de 2009.

Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e “fundador afastado” do site Van do Halen. Atualmente, é redator-chefe do site Cifras. Assina a coluna Cabeçote semanalmente.

The Magpie Salute posta tributo ao tecladista Eddie Harsch

O The Magpie Salute, grupo que conta com ex-membros do The Black Crowes, postou um vídeo online para a música “Comin’ Home”. O registro serve como uma homenagem ao tecladista Eddie Harsch, falecido em novembro do ano passado.

Morre Eddie Harsch, tecladista do The Black Crowes

eddie harsch

Através de seu site oficial, o guitarrista Rich Robinson anunciou a morte de Eddie Harsch. Ele tinha 59 anos e foi tecladista do The Black Crowes entre 1991 e 2006. Recentemente, se reuniu com ex-membros da banda, formando o The Magpie Salute. O grupo tinha shows agendados para o início de 2017. A causa do falecimento não foi revelada.

Quatro ex-Black Crowes se reúnem em nova banda

The Magpie Salute

Os guitarristas Rich Robinson e Marc Ford, o baixista Sven Pipien e o tecladista Eddie Harsch, todos ex-membros do The Black Crowes, estão juntos novamente. O The Magpie Salute realizará sua estreia em Nova York, no Gramercy Theatre, dia 19 de janeiro. A noite, assim como as três seguintes, já está com todos seus ingressos vendidos. Completam a formação o baterista Joe Magistro, o tecladista Matt Slocum e as backing vocals Adrien Reju e Katrine Ottosen. O repertório contará com músicas da antiga banda dos protagonistas, além de números solo.

Bad Company terá guitarrista do Black Crowes em nova turnê

rich

O guitarrista Mick Ralphs anunciou que não participará da próxima turnê do Bad Company, devido a problemas pessoais. Seu substituto será Rich Robinson, mais conhecido pelo seu trabalho no Black Crowes, que encerrou atividades ano passado. A banda excursionará pelo território norte-americano ao lado de Joe Walsh a partir de maio.

Álbuns do Black Crowes ganham relançamento em vinil

bc

A Universal confirmou para 4 de dezembro um box-set com os quatro primeiros álbuns do Black Crowes em vinil. Shake Your Money Maker (1990), The Southern Harmony And Musical Companion (1992), Amorica (1994) e Three Snakes And One Charm (1996) estarão disponíveis em LPs duplos, 180 gramas. Todos foram editados diretamente das masters originais, pertencentes à American Recordings, de Rick Rubin.

Vocalista do Black Crowes admite nunca ter se dado muito bem com irmão

chrisrichrobinsonblackcrowes

Com o fim do Black Crowes anunciado recentemente, o vocalista Chris Robinson admitiu ao Huff Post Live que a relação com seu irmão, o guitarrista Rich, nunca foi das melhores. “Nunca houve realmente uma relação. Acho que esse foi o problema. Você escreve algumas músicas, grava, vende seis milhões e tem que seguir em frente. Mas há a questão familiar, a responsabilidade e todo o resto”.

Vocalista lamenta fim “decepcionante” do Black Crowes

Chris+Robinson+Family+Out+West+Village+VagKnuvpPRNl

O vocalista Chris Robinson falou à Billboard sobre o encerramento das atividades do Black Crowes. Segundo o cantor, a banda ocupava muito tempo e ainda havia um fator complicador. “O fato de haver questões familiares envolvidas (Chris é irmão de Rich, guitarrista) dificulta tudo. Acho triste e decepcionante que isso aconteça justo em nosso 25º aniversário. Deveríamos estar celebrando a música e o quanto nos divertimos”.

Vocalista se manifesta após fim do The Black Crowes

chrisrobinsongetty

Em entrevista o The Times, o vocalista Chris Robinson se manifestou sobre o fim do The Black Crowes, anunciado pelo seu irmão, Rich. De acordo com o frontman, a falta de perspectiva da banda o frustrava. “Não escrevíamos novas músicas. Era um grupo que vivia do passado, ao invés do presente e futuro. Gosto de fazer novos discos. Estou feliz com o Chris Robinson’s Brotherhood”.

Anunciado oficialmente o fim do The Black Crowes

blackcrowes

Em comunicado oficial, o guitarrista Rich Robinson anunciou o que muitos fãs já desconfiavam: o Black Crowes encerrou atividades. “É com grande tristeza e pesar que anuncio o fim da banda, após 24 anos em que tive o privilégio de compor e me apresentar usando o nome. Tenho o maior respeito e apreço pelo que fizemos. Amo meu irmão (Chris Robinson, vocalista) e respeito seu talento. Mas ele exigia que eu abdicasse da minha parte dos direitos sobre o nome, além de desejar transformar Steve Gorman, nosso baterista por 28 anos, em um mero empregado. Agradeço a todos que nos ajudaram e apoiaram. Um obrigado especial aos fãs e amigos que fizeram parte da história”, declarou.

Para baterista, The Black Crowes acabou

blackcrowes

Em entrevista à Rolling Stone, o baterista Steve Gorman declarou não ver muitas chances de o Black Crowes celebrar seus 25 anos em 2015. “No momento, não vejo a possibilidade de trabalharmos juntos novamente. É a probabilidade mais baixa em toda a nossa história. Obviamente, as coisas podem mudar, mas no momento não acredito que voltaremos. Seria uma surpresa. E falo de forma definitiva”.