Queen: 40 anos de A Day At The Races

day races

(lançado em 10 de dezembro de 1976)

A insistência – que beirou às raias da teimosia – premiou o Queen com o estouro mundial de A Night At The Opera, que se tornou um álbum referencial da história do Rock. Um novo mundo se abriu, com direito a turnês grandiosas e status de superstars. A confiança em alta fez com que o quarteto dispensasse os préstimos de um produtor para o trabalho seguinte, assumindo a tarefa por completo. Mais uma vez, o título do disco tomou emprestado o nome de uma obra dos irmãos Marx, assim como a capa fez um contraponto à do lançamento anterior. Por conta disso, alguns ouvintes mais exigentes enxergam A Day At The Races como mera continuação de seu antecessor, se valendo da velha máxima de que “em time que está ganhando não se mexe”. Porém, não dá para deixar de notar que se trata de um momento com vida própria, explorando as características de um dos conjuntos mais criativos de todos os tempos e gerando novos hits, para alegria de quem bancava o esquema.

Os grandes clássicos do disco são a roqueira “Tie Your Mother Down” – cujo esqueleto Brian May havia criado no longínquo ano de 1968 – e a épica balada “Somebody To Love”, explorando mais uma vez a capacidade de criar arranjos vocais dos envolvidos, com saudável influência Gospel. Em um espectro menor, a singela “Good-Old Fashioned Lover Boy” obteve repercussão. Os brilhos solo de Freddie em “You Take My Breath Away”, Brian em “Long Away” e Roger em “Drowse” também se sobressaem. O discreto John Deacon oferece o lado mais Pop da banda em “You And I”. O encerramento traz uma homenagem aos fãs japoneses, com dois refrães de “Teo Torriatte (Let Us Cling Together)” cantados no idioma nipônico, celebrando o público que havia recebido o Queen de braços abertos pouco antes. A Day At The Races chegou ao topo da parada britânica, além do quinto lugar nos Estados Unidos, onde ultrapassou um milhão de cópias vendidas.

Freddie Mercury (vocais, piano)
Brian May (guitarra, vocais)
John Deacon (baixo)
Roger Taylor (bateria, vocais)

01. Tie Your Mother Down
02. You Take My Breath Away
03. Long Away
04. The Millionaire Waltz
05. You And I
06. Somebody To Love
07. White Man
08. Good-Old Fashioned Lover Boy
09. Drowse
10. Teo Torriatte (Let Us Cling Together)

day races

Esse post foi publicado em * Resenha e marcado por João Renato Alves. Guardar link permanente.