Memórias do Futebol: Os dez anos do penta – parte 3

A goleada de 5 a 2 sobre a Costa Rica colocou a seleção como uma das principais candidatas ao título do Mundial. Mesmo com as falhas da defesa e as declarações de Felipão de que o Brasil não é o favorito, jornais do mundo inteiro já apostam na vitória da seleção. Acompanhe algumas publicações.

La Nación (Argentina): Em um torneio em que a cada rodada se perde um candidato ao título, o Brasil deu sinais claros que pode chegar.

Marca (Espanha): Se tem algo que devemos ao Mundial é a recuperação de Ronaldo. O Fenômeno maravilhou o público.

Clarín (Argentina): Brasil é o grande candidato ao título e está cada vez mais forte.

Bild (Alemanha): Brasil goleia com samba, mas tem problemas na defesa.

Gazzetta Dello Sport (Itália): Apresentou garra emocionante, digna do melhor espetáculo futebolístico, com gols, dribles, bola na trave, tudo o que você sempre quis ver numa partida.

Brasil 5×2 Costa Rica
13 de junho de 2002

Brasil: Marcos; Lúcio, Anderson Polga e Edmilson; Cafu, Gilberto Silva, Juninho (Ricardinho), Rivaldo(Kaká) e Júnior; Ronaldo e Edílson (Kléberson). Técnico: Luiz Felipe Scolari

Costa Rica: Erick Lonnis; Gilberto Martinez(Winston Parks), Mauricio Wright e Luis Marin; Harold Wallace(Steven Bryce), Mauricio Solis(Rolando Fonseca), Wilmer Lopez, Carlos Castro e Walter Centeno; Paulo Wanchope e Ronald Gomez. Técnico: Alexandre Guimarães

Gols: Ronaldo aos 9, Ronaldo aos 12, Edmilson aos 37 e Wanchope aos 39 minutos do primeiro tempo. Gómes aos 9, Rivaldo aos 17 e Júnior aos 18 minutos do segundo tempo.
Árbitro: Gamal Ghandour (Egito), auxiliado por Wagih Farag (Egito) e Egon Bereuter (Áustria)
Local: Estádio Mundial de Suwong, Coreia do Sul

Publicado em Memórias do Futebol por João Renato Alves. Marque Link Permanente.