AC/DC: 35 anos de For Those About To Rock

for those

(lançado em 23 de novembro de 1981)

O AC/DC alcançou o topo do mundo com Highway To Hell e Back In Black. Entre os dois discos superou uma tragédia que resultou em troca do vocalista. Independente da preferência pessoal entre um ou outro disco e cantor, o fato é que os australianos por adoção não poderiam ter se dado melhor. Obviamente, a parceria com o produtor John “Mutt” Lange não seria interrompida a essa altura dos acontecimentos, embora os irmãos Young já não o aguentassem mais – era um perfeccionista trabalhando com uma das bandas mais espontâneas da história do Rock. Talvez por esse desgaste, For Those About To Rock não se saiu tão bem quanto os antecessores. A fórmula do sucesso ainda está ali e o disco alcançaria o inédito primeiro lugar da parada norte-americana, feito só repetido com Black Ice, quase vinte anos depois. Porém, basta uma simples escutada para se dar conta que ele não encara uma comparação com a dobradinha previamente citada.

O grande sucesso foi a faixa-título, uma referência às palavras finais dos gladiadores romanos ao imperador: Ave Imperator, morituri te salutant. A segunda parte da sentença, traduzida para o inglês, fica “For those about to die, we salute you”. Foi o segundo single lançado, sendo “Let’s Get It Up” o primeiro. As outras canções dividem os fãs. Mesmo sem filmar videoclipes, o AC/DC vendeu mais de 7 milhões de cópias em todo o mundo – 4 só nos Estados Unidos. A turnê foi a última com o baterista Phil Rudd até a metade dos anos 1990. Ele chegou a gravar o álbum seguinte, Flick Of The Switch, mas foi substituído por Simon Wright antes do início da excursão. Outra mudança é que, finalmente, Angus e Malcolm conseguiriam se livrar de Mutt Lange, assumindo controle total das ações. O que não foi exatamente uma coisa boa, como o tempo se encarregaria de mostrar.

Brian Johnson (vocais)
Angus Young (guitarra)
Malcolm Young (guitarra)
Cliff Williams (baixo)
Phil Rudd (bateria)

01. For Those About To Rock (We Salute You)
02. Put The Finger On You
03. Let’s Get It Up
04. Inject The Venom
05. Snowballed
06. Evil Walks
07. C.O.D.
08. Breaking The Rules
09. Night Of The Long Knives
10. Spellbound

for those

Esse post foi publicado em * Resenha e marcado por João Renato Alves. Guardar link permanente.