Embale Sua Quarta-Feira

Especial “Starlight”

AC/DC abre nova turnê europeia

acdc

Aconteceu nesta terça-feira em Arnhem, Holanda, o primeiro show da Rock Or Bust Tour pela Europa. O AC/DC executou o seguinte setlist:

Rock or Bust
Shoot to Thrill
Hell Ain’t a Bad Place to Be
Back in Black
Play Ball
Dirty Deeds Done Dirt Cheap
Thunderstruck
High Voltage
Rock ‘n’ Roll Train
Hells Bells
Baptism by Fire
You Shook Me All Night Long
Sin City
Shot Down in Flames
Have a Drink on Me
T.N.T.
Whole Lotta Rosie
Let There Be Rock
Highway to Hell
For Those About to Rock (We Salute You)

Vocalista do Stryper admite chamar outro cantor para alcançar o que não consegue mais

michaelsweetsolo2014_638

Em postagem no Facebook, o vocalista e guitarrista Michael Sweet admitiu que suas performances não serão mais as mesmas no futuro. “Não consigo mais alcançar as notas altas como antigamente. Estou fazendo o máximo que posso, mas a gravidade cobra o seu preço. E se arrumássemos alguém mais jovem, capaz de reproduzir todos os vocais e eu ficasse na guitarra, cantando apenas algumas partes? Não fiquem malucos, é apenas uma curiosidade. Não tenho problemas, já examinei minha garganta em centros especializados. Mas perdi algumas habilidades com o passar do tempo, especialmente nos tons mais altos”. O Stryper lança seu próximo álbum, Fallen, nos próximos meses.

Líder do Kamelot garante não agir como ditador

youngblood

O guitarrista Thomas Youngblood falou ao FaceCulture.com sobre como funciona a dinâmica na hora de compor para o Kamelot. “Sempre disse que meu objetivo é estar cercado de pessoas talentosas. Isso faz a banda crescer, o que é muito importante. Todos possuem qualidade para contribuir com o que sabem fazer. Isso nos torna um time forte”.

Filme estrelando Dee Snider terá continuação

dee

Lançado em 1998, o filme Strangeland terá uma continuação através da Emaji Entertainment. A obra é estrelada por Dee Snider, no papel de Carlton Hendricks, também conhecido como Captain Howdy. O personagem atraía pessoas através da mídia e realizava modificações em seus corpos. O título de trabalho da nova produção é Strangeland: Disciple. Mais detalhes em breve.

Livro conta a história do Gwar

gwar

Compilado por Bob Gorman e Roger Gastman, Let There Be Gwar conta, em 350 páginas, a história de uma das bandas mais ultrajantes do mundo. O conteúdo reúne textos e fotos inéditos. O lançamento e a distribuição ficam por conta da Slave Pit Inc.

Músicos de Pink Floyd e Rolling Stones em single para ajudar o Nepal

jagger

Um conjunto de músicos se reuniu para gravar a música “Save The Children (Look Into Your Heart)”. A canção já está no iTunes e terá renda totalmente revertida às vítimas do recente terremoto no Nepal. Os vocais principais ficaram a cargo da cantora inglesa Beverly Knight. Entre os participantes, estão Mick Jagger e Ronnie Wood, dos Rolling Stones, além de Nick Mason, do Pink Floyd. A tragédia ocorrida no último dia 25 de abril fez mais de 7 mil vítimas fatais, além de quase 15 mil feridos.

A música do Black Sabbath que ajudou Bill Ward no hospital

sabb

Durante o programa de rádio Rock 50, Bill Ward contou sobre uma de suas recentes internações e a música que o ajudou na recuperação. “‘Cornucopia’, do álbum Volume 4, é muito boa, especialmente ao vivo. Quando estava passando por problemas no hospital, entre novembro e dezembro de 2013, a escutava praticamente todo dia em meu iPod. Realmente me ajudou. Estava em má forma e queria lembrar como eu era naquela época. Agora, posso tocá-la de novo”.

Para Bumblefoot, indústria errou ao acabar com o Napster

bumblefoot_w._guitar

Durante clínica em Jakarta, Indonésia, o guitarrista Ron “Bumblefoot” Thal comentou aquele que considera o maior erro da indústria musical. “Foi um grande erro quando fizeram todo o esforço possível para fechar o Napster. Ao invés de se dar conta do que poderiam fazer com uma nova tecnologia, resolveram enfrentá-la. Poderiam ter criado um plano para que as pessoas desde sempre adquirissem música de um modo que beneficiasse a todos. Mas, ao criar uma zona de conflito, lógico que a maioria ficou com a possibilidade de baixar tudo de graça. A indústria começou a ver consumidores como inimigos, o que foi um absurdo”.

Saxon: 35 anos de Wheels Of Steel

saxon

(lançado em 5 de maio de 1980)

Em 1980, o Saxon ainda era segredo muito bem guardado nos porões da NWOBHM. Seu primeiro disco, autointitulado, apesar de ter boas músicas, era um tanto irregular, denunciando as dificuldades naturais de uma banda inexperiente. Porém, a evolução viria logo na sequência, com um dos álbuns definitivos da carreira do quinteto. Wheels Of Steel é, praticamente, uma compilação de hits, do início ao fim. O Hard/Heavy com pegada Rock And Roll do grupo caiu no gosto dos fãs, o que rendeu uma turnê pelo Reino Unido, com direito a aparição no primeiro Monsters Of Rock, em Donington Park, tocando ao lado nomes como Rainbow, Scorpions e Judas Priest. O show foi gravado pela BBC e lançado, inicialmente como bootleg, depois oficialmente.

Três músicas se destacaram de forma mais forte. “Motorcycle Man” se tornou um hino, sendo até hoje utilizada como abertura da maior parte dos shows. A faixa-título foi lançada como primeiro single. Seu apelo melódico a fez cair rapidamente no gosto popular, sendo muito utilizada para as famosas (e cada vez mais chatas) brincadeiras com a plateia. Com o tempo, se tornou uma das canções símbolo do movimento. Na sequência, foi a vez de “747 (Strangers In The Night)”, mais uma de fácil assimilação. A letra fala sobre um blecaute na cidade de Nova York em 1965, que forçou aviões a permanecerem no ar sem qualquer visão, enquanto uma nave escandinava, de prefixo 101, decidiu arriscar e aterrissar no aeroporto J.F. Kennedy, mesmo na adversidade.

A última oferecida no formato promocional foi “Suzie Hold On”, descaradamente comercial. Vale destacar ainda as pancadas “Freeway Mad” e “Machine Gun”. Wheels Of Steel chegou ao quinto lugar na parada britânica, sendo o primeiro de dez álbuns do Saxon a figurar entre os dez mais vendidos. O trabalho rendeu disco de platina à banda, além de uma aparição no conceituado programa televisivo Top Of The Pops, da BBC. Era o início da era de ouro do grupo, especialmente nas terras da Rainha. Nos Estados Unidos, o estouro aconteceria apenas três anos mais tarde, com alguns ajustes sonoros para se adaptar ao que o mercado desejava.

Biff Byford (vocais)
Graham Oliver (guitarra)
Paul Quinn (guitarra)
Steve Dawson (baixo)
Pete Gill (bateria)

01. Motorcycle Man
02. Stand Up And Be Counted
03. 747 (Strangers In The Night)
04. Wheels Of Steel
05. Freeway Mad
06. See The Light Shining
07. Street Fighting Gang
08. Suzie Hold On
09. Machine Gun

saxon

Músico do Mayhem quer impedir filme sobre a cena Black Metal norueguesa

mayhem

Após o anúncio de que Jonas Akerlund será o diretor de Lords Of Chaos, filme que conta a história da cena Black Metal norueguesa sob a perspectiva de Euronymous, o baixista do Mayhem, Jørn “Necrobutcher” Stubberud, declarou à Rolling Stone que tentará proibir a exibição do resultado. “O livro Lords Of Chaos é uma tremenda bobagem. Não acho correto que alguns suecos estúpidos façam um filme sobre ele. Tudo que estiver ao meu alcance para impedir que isso seja veiculado. Diga a esses caras e ao pessoal de Hollywood que podem todos se foder”.

John Corabi acha que saúde de Mick Mars tem influência no fim do Mötley Crüe

johncorabi

Em entrevista ao 100PercentRock.com, o vocalista John Corabi foi questionado sobre sua opinião em relação ao fim do Mötley Crüe após a atual turnê. “É de conhecimento geral que a saúde de Mick Mars não vai bem (o guitarrista sofre de espondilite anquilosante). Se arrumassem outro músico para substituí-lo, os valores arrecadados diminuiriam. Sei bem, pois já estive nesse papel e entendo que tenham ficado chateados enquanto eu estava na banda. Então, talvez seja melhor acabar agora. Talvez, no futuro, eles ainda façam músicas novas. Mas excursionar é difícil, especialmente no caso de Mick”.