Van do Halen, 6 anos

van

Tem sido uma jornada muito louca. De sacrifícios, abdicações e cansaço. Porém, acrescente a isso diversão, reconhecimento e aprendizado constante. E assim chegamos ao sexto aniversário da Van. Algo que começou despretensioso e zoeiro. E segue zoeiro até hoje, mostrando que é possível ser informativo, crítico e analítico sem deixar de lado o bom humor. Obrigado a quem está conosco desde o começo, quem chegou há pouco ou até mesmo hoje. Não temos intenção de ser uma família, até porque muitas delas são chatas. Não pregamos união, pois isso pode criar um atraso em quem está na frente e precisa se adaptar por um espírito coletivo que simplesmente não existe. Não estamos lutando pelo Rock/Metal. Somos honestos. E assim continuaremos. É o que importa de verdade.

Corey Taylor gostaria de gravar com Jerry Cantrell

corey

O vocalista Corey Taylor revelou no programa radiofônico de Los Angeles, Corey Taylor Talks (que é apresentado por um homônimo, não pelo próprio), que ainda possui um desejo muito particular. “Adoraria trabalhar com Jerry Cantrell. Somos bons amigos e o Alice In Chains uma das minhas bandas preferidas de todos os tempos. Poderíamos fazer algo legal, bem dark. Se tivesse a oportunidade, não deixaria passar”.

Robert Trujillo explica como surgiu o passo do caranguejo

rob

Você, provavelmente, já viu Robert Trujillo andando pelo palco de uma forma um tanto quanto peculiar. O músico explicou à rádio 107.7 The Bone como ele surgiu. “Foi no primeiro ou segundo show que fiz com Ozzy. Estávamos tocando ‘Sweet Leaf’ quando ele começou a nos desafiar com passos de dança. Então, fiz o que me veio à cabeça e fui imitado. A ideia era fazer como os lutadores de sumo antes da luta, mas todos chamaram de passo do caranguejo e ficou”.

Cabeçote: O desperdício que seria a entrada de Richie Kotzen para o Guns N’ Roses

A recente entrevista de Richard Fortus para o site Legendary Rock Interviews me incomodou bastante. E não foi culpa do guitarrista do Guns N’ Roses.

Durante a entrevista, Fortus revelou que Richie Kotzen fez um teste para entrar para o Guns N’ Roses. O músico pareceu ter se arrependido de contar para o entrevistado, mas admitiu ser verdade. O jeito esquisitão de Kotzen e a ligação passada com o Poison não colaboraram e ele não foi aceito.

Fico incomodado só de pensar na tragédia que seria caso Richie Kotzen fosse aceito. É fato que estar no Guns N’ Roses não impede que ele continue seus projetos, mas atrapalharia em determinado momento. Sabe-se que Axl Rose é do tipo que “dá a louca” e resolve fazer uma turnê de um dia para o outro – essa é, inclusive, a principal causa da saída de Bumblefoot –, o que, por exemplo, colocaria para escanteio um novo álbum do The Winery Dogs ou mais um lançamento solo.

Fora que seria um enorme desperdício pensar em Richie Kotzen no Guns N’ Roses. O guitarrista é um dos poucos músicos das antigas que ainda tem feito trabalhos relevantes. Frequentemente, sai da zona de conforto e explora novas sonoridades em seus trabalhos solo. No The Winery Dogs, acertou a mão e fez, até o momento, um dos melhores discos da década ao lado de Billy Sheehan e Mike Portnoy. No GN’R, pouco colaboraria. Até porque, no ritmo que é conhecido por todos, um disco de inéditas só deve ser lançado daqui 30 anos.

Apesar da grande repercussão oferecida pelo Guns N’ Roses, a banda queima talentos. Foi o caso do recém-saído DJ Ashba, que é um bom guitarrista e gravou discos interessantes em outras bandas, mas que ficou marcado por ter que se render ao estilo, tanto musical quanto visual, de Slash.

Richie Kotzen já é um músico conhecido e conquistou um novo público com o The Winery Dogs, em função da parceria com Mike Portnoy, que tem uma base de fãs diferente. Não há necessidade de se render aos caprichos do genioso Axl Rose. Não seria efetivo para divulgar o nome de Kotzen, já que os fãs do Guns N’ Roses têm uma ligação maior com o passado do que com o presente.

Conheça o meu novo site – clique aqui para acessar!

Phil Anselmo comenta complexos sentimentos em relação a reunir o Pantera

Pantera

O vocalista Phil Anselmo falou ao TheClassicMetalShow.com sobre a complicada situação que seria reunir o Pantera. “Tenho sentimentos complexos em relação a isso. Sei que Rex gostaria. Sou flexível à situação. Mas sei que Vince não quer e aí reside o problema. Não me sentiria bem em fazer isso sem sua presença. Também me questiono se as pessoas realmente querem que isso aconteça sem Dimebag. Sei que há quem gostaria, mas também há os que não conseguem imaginar. Respeito ambos. A longo prazo, depende de nós. No momento, não vejo acontecendo”.

Wacken Open Air vende todos os ingressos para 2016

wacken

A organização do Wacken Open Air anunciou que todos os ingressos para a edição 2016 já estão vendidos. O evento acontece entre 4 e 6 de agosto, na Alemanha. 16 atrações já estão confirmadas, entre elas, Blind Guardian, Steel Panther, Axel Rudi Pell, Ministry, Unisonic e Therion.

Wikimetal: especial carreiras solo

solo

Esta semana o Wikimetal recebe o guitarrista Felipe Machado (Viper). O programa aborda carreiras solo de músicos famosos. Na trilha ,vários sons de destaque de nomes consagrados fora de seus trabalhos principais.

No quadro Orgulho Nacional, Felipe fala sobre seu disco, FM Solo, que será lançado no próximo mês.

Na promoção da semana, três Wikibrothers ganharão o trabalho autografado.

O Wikimetal edição 241 pode ser conferido aqui.

Vocalista fala sobre novo álbum do Death Angel

DEATHANGEL1-2

O vocalista Mark Osegueda falou à Metal Hammer sobre o próximo álbum do Death Angel, que está sendo preparado. “O plano é unir a sonoridade dos últimos discos com o lado mais melódico de Act III (1990), que nos diferencia das outras bandas Thrash. Ainda haverá a mesma brutalidade e técnica. Mas gostamos de fazer algo fácil de assimilar, com partes memoráveis”. Ainda não há previsão para o lançamento.

Novo clipe do Hibria

“Life”, do álbum homônimo do grupo.

Baixista do Slipknot deixa hospital

slip

Após passar mal no show de ontem à noite, em Hartford, o baixista Alessandro Venturella deixou o hospital. Ele sofreu uma forte desidratação e ficou internado até a tarde de hoje. O Slipknot finalizou o concerto com oito integrantes. Venturella voltará aos palcos normalmente.

Novo documentário sobre Hendrix vai ao ar em setembro lá fora

hendrix

Estreia dia 4 de setembro, no canal Showtime, o documentário Electric Church tem como foco principal a performance do guitarrista no Atlanta Pop Music Festival, em julho de 1970. Foi o maior show de sua carreira. Imagens inéditas do evento e depoimentos de músicos como Paul McCartney, Steve Winwood, Rich Robinson, Kirk Hammett, Derek Trucks e Susan Tedeschi estão no conteúdo.

Tommy Lee não está interessado com o que você sobre ele gostar de Dance Music

Screening Of "Waiting For Lightning" - After Party

Em entrevista ao Louder Noise TV, Tommy Lee falou sobre o feedback que recebe em seus projetos ligados à Dance Music. E garantiu não se importar com os haters. “Alguns reclamam que não soa como Mötley Crüe. Claro que não, porque soaria? Não tenho direito de curtir outras coisas? A verdade é que quanto mais velho fico, menos me importo com a opinião alheia. Faço Dance, Rock and Roll e outros estilos. Isso ajuda a não deixar a coisa toda ficar entediante”.