Livro detalha shows dos Rolling Stones em fase pré-exílio

rollingstoneslivro

Em 1971, os Rolling Stones anunciaram que se mudariam para o sul da França. A banda pretendia fugir dos abusivos impostos da coroa britânica e se concentrar em seu novo disco. Antes, os músicos decidiram fazer shows de despedida da terra natal, tocando em lugares onde se apresentou no começo da carreira. No repertório, além dos clássicos, músicas que viriam a fazer parte do álbum Sticky Fingers. Robert Greenfield foi o único jornalista a acompanhar a banda e está lançando um documento desta história no livro Ain’t It Time We Said Goodbye: The Rolling Stones on the Road to Exile. A obra de 216 páginas estará disponível a partir do dia 13 de maio.

Hoje, 18 de abril

- O guitarrista e saxofonista Mike Vickers (Manfred Mann) completa 74 anos.

- O vocalista e guitarrista Skip Spence (Jefferson Airplane) completaria 67 anos. Ele faleceu em 1999, vítima de câncer de pulmão.

- Há 59 anos o cientista Albert Einstein falecia, vítima de um aneurisma.

- O vocalista Kelly Hansen (Foreigner, Hurricane) completa 53 anos.

- O baterista Mike Mangini (Dream Theater, Steve Vai, Extreme, Annihilator) completa 51 anos.

- O guitarrista Mark Tremonti (Alter Bridge, Tremonti) completa 40 anos.

- Há 33 anos o Yes anunciava oficialmente que estava se separando.

- Há 19 anos o Iced Earth lançava o álbum Burnt Offerings.

- Há 19 anos o Fight lançava o álbum A Small Deadly Space.

- Há 18 anos o Blind Guardian lançava o álbum The Forgotten Tales.

- Há 14 anos o Black Label Society lançava o álbum Stronger Than Death.

- Há 14 anos o Dokken lançava o álbum e vídeo Live From The Sun.

- Há 2 anos o Europe lançava o álbum Bag Of Bones.

Novo lyric video do Whitechapel

“Our Endless War”, do álbum de mesmo nome.

Capa e tracklist do novo álbum do Tesla

tesla

Simplicity sai no dia 6 de junho com as seguintes faixas:

01. MP3
02. Ricochet
03. Rise And Fall
04. So Divine…
05. Cross My Heart
06. Honestly
07. Flip Side!
08. Other Than Me
09. Break Of Dawn
10. Burnout To Fade
11. Life Is A River
12. Sympathy
13. Time Bomb
14. Til That Day
15. Burnout To Fade (writing demo version – bonus track)

Novo álbum do Edguy disponível para audição na íntegra

Edguy-Space-Police-Defenders-Of-The-Crown

Space Police – Defenders Of The Crown pode ser conferido aqui.

Cinderella relança o mesmo ao vivo com capa, título e tracklist alterados

cinderellastripped

Sai no dia 16 de maio Stripped, novo álbum ao vivo do Cinderella. Quer dizer, novo é forma de falar. O trabalho registra apresentações da banda no Key Club, em Los Angeles, no ano de 1998. O mesmo registro já havia sido lançado anteriormente com outros nomes, Live At The Key Club, em 2001, e Caught In The Act, em 2011. A diferença é que a ordem do tracklist foi alterado, além da inclusão de duas faixas registradas em 1991. O play traz:

01. The More Things Change
02. Push Push
03. Gypsy Road
04. Fallin Apart At The Seams
05. Heartbreak Station
06. The Last Mile
07. Shelter Me
08. Coming Home
09. Hot And Bothered
10. Nightsongs
11. Nobody’s Fool
12. Somebody Save Me
13. Shake Me
14. Don’t Know What You Got
15. Sick For The Cure (bonus track)
16. Make Your Own Way (bonus track)

Gambit deve ser o próximo X-Men a ganhar uma aventura solo nos cinemas

Gambit_deb

O ator Channing Tatum revelou ao Total Film que já está em tratativas com a Fox para viver Gambit nos cinemas. A ideia é que o personagem, que apareceu apenas em X-Men Origens: Wolverine, ganhe uma aventura própria. Não se sabe, no entanto, se a produção será um longa-metragem ou um curta, nos moldes que a Marvel vem fazendo nos filmes dos Vingadores.

Wednesday 13 lança single em vinil

wednesday13

No dia 13 de agosto, o Wednesday 13 oferecerá um vinil single em edição limitada, trazendo as faixas “Haunt Me” e “Scary Song”. Tunes From The Crypt Vol. 1 serve como prévia do álbum Undead Unplugged. A edição é limitada em 475 cópias, sendo 25 delas autografadas pelo grupo.

Powerwolf comemora dez anos com caixa especial

powerwolf

A Metal Blade Records anunciou o lançamento da box-set The History Of Heresy. O material celebra os dez anos de existência do Powerwolf e traz os dois primeiros álbuns do grupo, Lupus Dei e Return in Bloodred, remasterizados e acrescidos de faixas bônus. A caixa ainda conta com um DVD, livro de 112 páginas com a história da banda e cinco cards com fotos dos membros do grupo.

Capa do novo álbum do In Flames

inflamessirencover

Siren Charms será lançado no mês de setembro, em data ainda a se confirmar. O 11º trabalho da banda sueca foi gravado em Berlim, Alemanha.

Arquivo AOR: Alias – Alias [1990]

Alias

A banda canadense Sheriff conseguiu grande repercussão em sua terra graças ao hit “When I’m With You”, lançada em seu álbum de estreia, de 1982. A canção alcançou o topo da parada, assim como o disco. No final da década, com o grupo já separado, o single foi relançado e mais uma vez teve repercussão nos charts, incluindo Estados Unidos. Visando aproveitar o momento, o vocalista Freddy Curci e o guitarrista Steve DeMarchi tentaram realizar uma reunião, mas não tiveram sucesso. Mas a dupla decidiu que não era hora de entregar os pontos e decidiu dar início a um novo conjunto.

Embora não fossem as irmãs Wilson, Freddy e Steve juntaram forças com três músicos com passagens pelo Heart nos anos 1970. Dois eram membros fundadores, o guitarrista Roger Fisher e o baixista Steve Fossen, além do baterista Mike Derosier, que entrou no grupo em 1975. Juntos, começaram a trabalhar em um disco no estúdio pertencente aos ex-Sheriff, financiado com ajuda de amigos e familiares – sim, aparentemente o grande hit não reverteu em grandes atrativos para o bolso. Com as músicas em mãos, buscaram um contrato, obtido através da Capitol Records.

O resultado foi um dos mais significativos álbuns de AOR/Melodic Rock da época, reunindo onze faixas com potencial de hits. O mais consagrado de todos foi justamente o primeiro single a ser lançado. A balada “More Than Words Can Say” tornou-se sucesso atemporal, tendo sido utilizada em filmes, séries de TV, comerciais e todo tipo de promoção. Em 2005, o Subway a utilizou em ação publicitária veiculada no intervalo do Super Bowl, realizado aquele ano na Flórida. Na mesma época, Freddy a executava durante a turnê acústica Metal Mania Stripped, promovida pelo canal VH-1.

Para o segundo promo, também foi escolhida uma balada. “Waiting For Love” tinha uma levada mais dinâmica. Mas, ainda assim, agradaria os ouvidos de qualquer ouvinte de rádio FM popularesca, com sua bela melodia e um refrão que marca desde a primeira escutada, principalmente pelo jogo de vozes indefectível, no melhor estilo Def Leppard de ser. Para mostrar que o Alias não era uma banda de tia-avó, o terceiro single foi para a agitada “Haunted Heart”, outra daquelas que é um pênalti sem goleiro aos ouvidos, só que, desta vez, de maneira bem diferente. As guitarras comandam a ação, além da performance vocal superior de Curci.

Também se destacam a abertura com “Say What I Wanna Say” e as poderosas “The Power” e “Heroes”. O disco atingiu vendas de platina no Canadá, onde foi número um das paradas, além de ouro nos Estados Unidos, ficando com a medalha de prata. Na sequência, o grupo embarcaria em uma turnê como atração de abertura do REO Speedwagon. Nesta época, as diferenças musicais falaram mais alto, fazendo com que o trio do Heart abandonasse o barco. Antes, a faixa “Perfect World” ainda foi registrada para a trilha do filme Viva, a Babá Morreu, que todo mundo já assistiu na Sessão da Tarde.

Ideias para um segundo disco já estavam sendo preparadas com uma nova formação, que incluía, entre outros, o hoje renomado baixista Marco Mendoza (Thin Lizzy/Black Star Riders, Whitesnake, John Sykes). Mas os trabalhos só seriam retomados e finalizados em 2009, com o lançamento de Never Say Never que, como era de se imaginar, passou batido em termos de divulgação. No fim das contas, o tempo de vida útil do Alias foi bem menor do que se poderia imaginar. Mas o suficiente para deixar um clássico registrado para a posteridade.

Freddy Curci (vocais, teclados)
Steve DeMarchi (guitarra)
Roger Fisher (guitarra)
Steve Fossen (baixo)
Mike Derosier (bateria)

01. Say What I Wanna Say
02. Haunted Heart
03. Waiting for Love
04. The Power
05. Heroes
06. What to Do
07. After All the Love Is Gone
08. More Than Words Can Say
09. One More Chance
10. True Emotion
11. Standing in the Darkness

alias_07

Produtor diz que novo disco do Foo Fighters está a caminho

11FooFighters

O produtor Butch Vig revelou à Kerrang que o novo álbum do Foo Fighters “já está em meio caminho andado. Gravamos em vários locais diferentes desta vez. Tem sido um desafio, mas ao mesmo tempo empolgante. Os fãs vão conferir novas sonoridades no disco”. Wasting Light, trabalho anterior, foi gravado no estúdio caseiro de Dave Grohl.