Os pensadores do Rock

“Você não precisa tocar um milhão de notas por minuto, ser um mago da guitarra. Faça isso com feeling, isso é o mais importante. Há muitos grandes músicos por aí. Mas, para mim, não há nada melhor que ver alguém tocando com sentimento. Muitos guitarristas mais novos perdem isso quando se dedicam a se exibir demais. A emoção está em fazer o que se sente”.
Tony Iommi (http://www.vandohalen.com.br/para-tony-iommi-o-sentimento-esta-acima-da-tecnica/)

“A tecnologia nos possibilita conhecer novas bandas. Em meu caso, quando gosto, procuro comprar CDs e camisetas, para dar uma força a estes artistas, fazer com que sigam em frente. É uma maneira de ajudar e acho que os fãs deveriam pensar mais nisso”.
Max Cavalera (http://www.vandohalen.com.br/max-cavalera-pede-que-fas-ajudem-novas-bandas-consumindo-seus-produtos/)

“Nunca tocamos em igrejas. A plateia das bandas cristãs é muito educada. Aplaude até mesmo se o grupo for medíocre. Isso faz com que a exigência seja menor do que na Sunset Strip. Sou amigo de músicos do Guardian e Barren Cross. Mas eles não passaram pelos mesmos desafios que nós. Encarávamos audiências que haviam assistido Ratt ou Bon Jovi na noite anterior, até mesmo o Van Halen anos antes, já que tocávamos nos clubes onde eles começaram. Tínhamos que estar no auge da forma ou seríamos vaiados e expulsos do palco, o que nunca nos aconteceu. No circuito religioso não há esta preocupação, pois isso não rola”.
Michael Sweet (http://www.vandohalen.com.br/plateia-crista-aplaude-ate-se-banda-for-mediocre/)

“Não vou citar nomes, mas um membro da banda achou que não seria apropriado que cantássemos na cerimônia do Rock And Roll Hall Of Fame. David e eu ficamos lado a lado e fomos convidado para a jam final, com o Cheap Trick. Fiquei chateado? Nem um pouco. Todos sabem que poderíamos ter cantado. Todos sabem que fizemos parte da banda. O importante foi ter recebido a homenagem pelo Deep Purple e pelos fãs”.
Glenn Hughes (http://www.vandohalen.com.br/um-membro-do-deep-purple-nao-queria-que-david-e-eu-cantassemos-no-hall-of-fame/)

“Apesar de a cabeça ainda ter energia, o corpo já sente os prejuízos do tempo. Não fazemos o tipo de música que você pode apresentar de forma acomodada. Espero ser sábio o suficiente para entender quando for a hora de parar”.
Roger Daltrey (http://www.vandohalen.com.br/roger-daltrey-espera-saber-o-momento-de-parar/)

“Alguns anos atrás, Ian Anderson chamou eu e o baterista em uma sala e disse que não queria mais fazer nada relacionado à banda. Pegou-nos de surpresa, falou que não desejava seguir realizando shows onde a plateia era muito agitada, estava cansado daquilo. Esse foi o fim do Jethro Tull. Lamento, pois acredito que ainda poderíamos fazer coisas ótimas juntos”.
Martin Barre (http://www.vandohalen.com.br/guitarrista-lamenta-que-ian-anderson-nao-queira-mais-excursionar-com-o-jehtro-tull/)

“Todos dizem que o melhor disco é o mais recente, mas eu prefiro ver de outra forma. A verdade é que nossos álbuns são muito diferentes entre si. Não dá para comparar Beast a Pray For Villains, ou Winter Kills a Trust No One. A cada nova gravação queremos algo diferente”.
Dez Fafara (http://www.vandohalen.com.br/vocalista-nao-consegue-escolher-melhor-album-do-devildriver/)

Paul McCartney conhece mulheres que inspiraram “Blackbird”

paul

Antes do show em Little Rock, Arkansas, no último sábado, Paul McCartney teve um encontro especial. Thelma Mothershed Wair e Elizabeth Eckford eram integrantes do grupo que ficou conhecido como Little Rock Nine. O evento ocorreu em 1957, quando nove afro americanos foram impedidos pela guarda nacional, por ordem do governador, de entrar em uma aula da Little Rock High School, instituição de ensino destinada a brancos. A situação desencadeou uma luta contra a segregação e em prol dos direitos civis nos Estados Unidos. O acontecimento inspirou a letra de “Blackbird”, escrita por Paul para os Beatles e tocada em seus shows solo até hoje. O músico publicou a imagem acima nas redes sociais, se declarando orgulhoso de tê-las conhecido.

Novo clipe do Visions Of Atlantis

“Winternight”, do EP Old Routes – New Waters.

Rob Zombie não tem boas lembranças de turnê com o Slayer

zombie

Rob Zombie revelou ao Headlines & Global News não possuir boas lembranças da turnê que realizou em 2011, com o Slayer. “Somos bons amigos, eles são caras maravilhosos. Mas, por alguma razão, os fãs ficaram divididos. Nos bastidores, tudo correu muito bem, mas a plateia não era sólida. Não foi horrível, mas não deu liga”.

Schmier estabelece comparação entre Donald Trump e Hitler

schmier

Em entrevista à Skullbanger Media, o baixista e vocalista do Destruction, Marcel “Schmier” Schirmer comentou o levante de popularidade do magnata Donald Trump na corrida pela presidência dos Estados Unidos. “Ele representa o American Dream. Tem dinheiro e o país é controlado pelo dólar. É fácil entender. Houve um cara chamado Adolf Hitler que se vendia pelos mesmos princípios. Os dois mostram como se divulgar em tempos de crise. Mas Trump não possui as soluções para tudo, apenas está causando problemas. Vemos isso acontecer sempre que o mundo está instável”.

“Saida de Jesper Strömblad salvou o The Resistance”

resistance

O baixista Rob Hakemo falou ao podcast The Rock Show With Gully And Joe sobre a saída do guitarrista Jesper Strömblad. O músico trava uma luta contra seus demônios há tempos. “Em 2013 ele estava bem, limpo e sóbrio, entrando em forma. No ano seguinte, tudo voltou. Acho que ele reconhece ser um viciado, mas não quer sair dessa. Pensa que, ao ficar duas semanas sem beber, está tudo bem e pode voltar. É triste, tentamos ajudá-lo. Quando disse que queria sair da banda, ficamos aliviados. É trágico, mas Jesper salvou o The Resistance ao nos deixar”.

Novo clipe de John 5

“Here’s To The Crazy Ones”, do álbum Guitars, T!ts And Monsters.

Estátua de Bon Scott é inaugurada em sua terra natal

bon

Aconteceu neste sábado, em Kirriemuir, Escócia, a inauguração da estátua em homenagem a Bon Scott. O projeto custou 45 mil libras e foi financiado por fãs de 32 países. O monumento de bronze pesa 450 kg. A celebração aconteceu durante o BonFest, evento realizado anualmente na terra onde o saudoso vocalista do AC/DC nasceu.

“O Megadeth renasceu”

megadeth

O baixista David Ellefson falou ao Greensboro.com sobre a tentativa de reunir a formação do Megadeth no álbum Rust In Peace. “Sempre houve demanda dos fãs. Então, nos reunimos, tivemos uma conversa e até tocamos junto um pouco. Mas nos demos conta que era melhor continuarmos apenas amigos, deixando o legado na mente de todos. O passado é passado, estava claro. Quando criamos a formação atual e lançamos Dystopia, o clamor pelo passado parece ter acabado. Acho que finalmente conseguimos isso. O Megadeth renasceu”.

Vocalista comenta reclamações ao Dream Theater por estar tocando o novo disco na íntegra

theater

O Blog Musica Metal, da Itália, perguntou a James LaBrie se o Dream Theater vem recebendo muitas críticas de faz por estar fazendo shows tocando apenas o novo álbum, The Astonishing. “Sim, claro. Não dá para satisfazer todo mundo. Sabíamos que ia rolar controvérsia e discórdia. Mas sentimos que era a única maneira de apresentar o conceito apropriadamente. Resta a eles aceitar, pois é assim que será. Nas próximas turnês voltaremos a tocar os clássicos”.

Baixista da banda de Slash se empolgou ao ver o Guns N’ Roses

kerns

O baixista Todd Kerns falou ao Ear Of The Newt sobre como foi ver seu patrão reunido com a banda que o consagrou. “Assisti o primeiro show em Las Vegas. Foi incrível. Conheço Slash, Duff, Dizzy e Richard Fortus. Não cheguei a ver a formação original, então foi um sentimento surreal. Claro que Axl estava em uma cadeira, com o pé quebrado. Mas, ainda assim, foi demais ouvir as músicas e vê-los juntos”.

Hoje, 1º de maio

– O baixista Jim Clench (April Wine, Bachman-Turner Overdrive) completaria 67 anos. Ele morreu em 2010, vítima de um câncer pulmonar.

– O baixista e tecladista Felix Hanneman (Zebra) completa 63 anos.

– O baixista Bruno Ravel (Danger Danger) completa 52 anos.

– O baixista Johnny Colt (The Black Crowes, Lynyrd Skynyrd) completa 50 anos.

– Há 28 anos o álbum Dark Side Of The Moon, do Pink Floyd, deixava a parada norte-americana após 725 semanas consecutivas presente na lista.

– Há 23 anos o EP Five Live, reunindo Queen, George Michael e Lisa Stansfield ocupava o topo da parada inglesa.

– Há 22 anos o tricampeão mundial de Fórmula 1, Ayrton Senna, morria em um acidente durante o GP de San Marino, no autódromo de Ímola.

– Há 22 anos o projeto Pride & Glory lançava seu único álbum.

– Há 9 anos o Rush lançava o álbum Snakes And Arrows.

– Há 5 anos o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciava a morte do terrorista Osama Bin Laden.